Posts tagged ‘compra e venda de açoes’

Mais dicas sobre investimentos em ações

Posso negociar ações via internet?
Sim. Para isso, é preciso que o investidor seja cliente de uma corretora membro da Bovespa que disponha do sistema home broker. É por meio dele que são feitas as negociações de compra e venda de ações via internet.

O que é home broker?
É a ferramenta que permite a negociação de ações via internet. Ela está interligada ao sistema de negociação da Bovespa e permite que o investidor envie ordens de compra e venda de ações através do site de sua corretora.

Como ocorrem as operações de compra e venda?
Um investidor quer comprar ações de uma determinada empresa; já outro investidor quer vender papéis da mesma companhia. Ambos enviam ordens de compra e de venda, respectivamente, para suas corretoras. Estas, então, transmitem os pedidos para o sistema eletrônico de negociação da Bovespa, que compara todas as ofertas em tempo real. Com milhares de investidores comprando e vendendo ações todos os dias, as operações são fechadas rapidamente.

Anúncios

outubro 22, 2010 at 5:24 pm Deixe um comentário

Uma notícia boa e uma ruim para a semana

Luana Branco

O número de pessoas que estão entrando no mercado variável, principalmente Bolsa de Valores, é crescente a cada ano. Isso se deve: a popularização da Bolsa no mercado interno, as inúmeras histórias sobre pessoas que tiveram lucros exorbitantes e mudaram de vida e recentemente algumas corretoras estão traduzindo palavras do mercado (Home Broker, stop, hedge…) para atrair e facilitar o entendimento das pessoas que nada entendem sobre o mercado.

Porém, infelizmente, a maioria desses investidores novatos não sobrevivem ao primeiro ano na Bolsa de Valores, os principais erros são: ouvir todos os conselhos (quando decidir comprar ou vender ações apenas você decide, ninguém o obriga a fazer isso); acreditar nos “gurus” do mercado (que tentam prever o movimento do mercado); comprar e vender (muito) a curto prazo e não saber lidar com os medos, incertezas, volatilidade e ganância.

Identifique se irá investir a curto, médio, longo prazo ou day trade. Normalmente entende-se day trade como a compra e venda de ações no mesmo dia, curto como menos de um ano, médio de um ano a cinco e longo mais que cinco anos.

Caso tenho escolhido o day trade ou curto prazo, antes de sair comprando trace uma estratégia, de até quanto está disposto a perder ou ganhar, caso a ação suba ou caia o que fará (normalmente quando se está no mercado e isso ocorre a maioria das pessoas são influenciadas ou ficam sem saber como agir), se proteja com o stop loss e stop gain e estude, se prepare para não fazer parte da estatística dos que saem da Bolsa de Valores antes de completar um ano de operação, com o capital reduzido ou totalmente perdido.

Seguem algumas dicas para sobreviver ao mercado no médio e longo prazo:

– Invista um dinheiro que não irá precisar, ou seja, o que estiver sobrando;
– Reaplique os dividendos (lucro por ação) que ganhar;
– Analise antes de comprar, verifique a empresa, se está entre as maiores da Bolsa de Valores, o volume financeiro, a solidez, e por se tratar de longo de prazo, prefira as blue chips do que as small caps;
– Defina uma meta de investimento (semanal, quinzenal, mensal) para não ficar comprando e olhando o Home Broker todos os dias;
– Desenvolva percentuais para aplicação em renda fixa e renda variável e reavalie de tempos em tempos de como está esta proporção. Por exemplo: foi definido 35% em renda fixa e 65% em renda variável, após 3 meses, verifique se é este percentual do seu capital e caso não seja equipare.

Nunca se esqueça ao entrarmos no mercado financeiro de renda variável temos duas opções certas, teremos lucros ou prejuízos, prejuízos estes que podem ser minimizados, com estudo, metodologia e principalmente disciplina.

Quando for investir lembre-se que você já entra perdendo, porque para comprar ações você paga taxa de corretagem e em algumas corretoras paga-se taxa de custódia.

Bom investimento!


Luana Branco é graduada em Ciências Econômicas, tem Pós Graduação em Administração Financeira e MBA em Capacitação para o Mercado Financeiro.

agosto 18, 2010 at 4:34 pm Deixe um comentário

Que tal experimentar opções de ações?

Embora pouco conhecidas, as opções de ações são uma boa alternativa para os investidores que buscam tranquilidade nas aplicações

Artigo de Marcelo Piazza*

O Brasil ainda tem muito a evoluir em matéria de investimento em ações. Se contarmos o número de investidores pessoas físicas com ativos em carteira no mês de abril, veremos que temos 557 mil usuários, segundo a BM&F Bovespa. Pouco mais de 0,29% da população brasileira – percentual ainda muito inexpressivo.

Mesmo assim, nunca se falou tanto em bolsa de valores como agora. E, ao contrário do que muitos pensam, os momentos de crise são especiais, porque representam oportunidades de se adquirir ações a preços reduzidos. É o que podemos chamar de “época das liquidações” no mercado. Para os iniciantes, essa é uma chance de ouro para montar uma carteira repleta de ações com grande potencial de valorização no médio prazo.

Mas se engana quem pensa que esse mercado se resume às tão faladas ações. Existem diversos produtos financeiros disponíveis ao pequeno investidor, a maioria ainda desconhecidos. Entre eles, estão as opções de ações.

As opções são uma espécie de “seguro” para as ações negociadas em bolsa. Sua função básica é reduzir o risco das operações. Elas complementam perfeitamente o investimento em ações e permitem que o usuário obtenha ganhos mensais com sua carteira. Às vezes, tornam possível obter lucros mesmo com os mercados em queda. Na alta, na baixa ou até mesmo no chamado “mercado lateral”, há a oportunidade de se recolher do mercado uma taxa mensal, com valor fixo, definido logo na montagem de cada operação.

Inserindo as opções nos investimentos em ações, o usuário passa a ter uma data certa para liquidar seus ganhos no mercado, mês a mês. Isso significa que ele deixa de ficar tão dependente da alta nos preços dos papéis para obter lucro. As aplicações se tornam mais seguras. E o investidor, especialmente o iniciante – que costuma ter mais dificuldades para manter o controle emocional diante das oscilações de mercado –, fica mais tranquilo para fazer suas aplicações.

Os negócios com opções também podem ser feitos pelo home broker – um painel resumido de operações, muito fácil de usar, que interliga o investidor a sua corretora e permite que ele execute ordens de compra e venda de forma independente. Basta preencher um pequeno boleto com os dados da ação que deseja comprar ou vender e enviar a ordem, que chega à bolsa em menos de um segundo. Depois disso, é só acompanhar os ativos em sua carteira.

Quem tiver a chance de acompanhar essa tendência desde o começo vai sair na frente. Lembre que o mesmo aconteceu com a informática, e depois, com a chegada da internet. No início, tudo era novo e impressionava. Hoje, é algo comum, que está ao alcance de todos.

Acredito que, só pelo fato de estimular o lado poupador do usuário, as opções representam um grande passo em busca da riqueza. Não vejo outra forma de acumular um grande capital a não ser por meio do exercício de poupar para investir. E se podemos contar com esse mercado, por que não tentar?

*Investidor profissional com certificação Anbid e analista de mercado pela Saint Paul Institute of Finance de São Paulo. Especializou-se na análise técnica das ações e acompanha o mercado à vista e de derivativos diariamente. É autor de três livros, entre eles Bem-Vindo à Bolsa de Valores e o recém-lançado Ganhe Mais Investindo em Opções (Saraiva).

Inscreva-se agora mesmo para Palestra Gratuita – Como Investir na Bolsa.

julho 27, 2010 at 7:46 pm Deixe um comentário


Dados econômicos

IBOV
Gráfico IBOV
Dow Jones
Gráfico Dow Jones
Treasuries Americanos
titulos do tesouro americano
Óleo
Gráfico óleo
Petrobrás (Petr4)
Vale5
Grafico vale
ADR-Vale(RIO-p)
Grafico vale
Níquel intraday
nickel
Bolsa na Ásia
BOLSAS NA ÁSIA

analise fundamentalista analise grafica de açoes análise gráfica análise técnica análise técnica de ações aplicar em ações aplicar na bolsa aplicar na bolsa de valores aprenda a investir em açoes aprender a aplicar na bolsa de valores aprender a investir em ações açoes açoes da bolsa de valores açoes em alta ações da Petrobrás ações de empresas brasileiras ações na bolsa BM&F Bovespa bolsa de valores Bolsa de Valores de São Paulo Bovespa capitalização da Petrobras carteira de ações Comissão de Valores Mobiliários compra de ações compra e venda de açoes comprar ações comprar ações da petrobrás curso Análise Gráfica curso de investimentos em açoes curso gratis de açoes cursos de investimentos cursos de investimentos em ações Dow Jones economia americana economia norte-americana educação financeira fundo de ações fundos de investimentos ganhar dinheiro com ações ganhar dinheiro na bolsa home broker Ibovespa instituições financeiras investidor investidores investidores estrangeiros investimento de longo prazo investimento em ações investimento na bolsa de valores investimentos em ações investimentos na bolsa de valores investir em ações investir na bolsa investir na Bolsa de Valores investir no Mercado de Ações mercado acionário mercado de ações mercado de capitais mercado financeiro nasdaq novos investidores Oferta de ações da Petrobras o que é home broker pequeno investidor PETR4 preço das ações preços das ações queda das bolsas renda variável valorização das ações vender ações volatilidade do mercado Wall Street índice da bolsa de valores