Archive for dezembro, 2010

Confira as 10 notícias para lidar com os mercados nesta quarta-feira

Suzano compra ativos da Conpacel Fibria por R$ 1,5 bi; HSBC avalia varejistas e recomenda compra de ações de Lojas Renner e Marisa

Mirela Portugal, de Exame.com

1 – Suzano compra ativos da Conpacel da Fibria por R$ 1,5 bi. A Fibria aceitou vender os ativos da Conpacel (Consórcio Paulista de Papel e Celulose) à Suzano pelo valor de 1,45 bilhão de reais, informaram as companhias nesta terça-feira. Os ativos envolvem 50 por cento da fábrica de papel e celulose, 76 mil hectares de terreno e 71 mil hectares de florestas.

2- HSBC avalia varejistas e recomenda compra de ações de Lojas Renner e Marisa. O HSBC concluiu neste mês sua primeira viagem anual com investidores na América do Sul. No Brasil, o banco estreitou suas conversas com a administração de três empresas de vestuário de seu universo de cobertura: Marisa, Lojas Renner, e Hering

3 – FGV: confiança do consumidor cai 2,1% em dezembro. Os consumidores brasileiros estão menos otimistas ao final de 2010. É o que informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV) ao divulgar o Índice de Confiança do Consumidor (ICC).

4 – Usiminas pagará R$ 178 milhões aos acionistas em juros sobre capital próprio. Cada ação ordinária, negociadas com o código USIM3, receberá R$ 0,172041 e cada ação preferencial, negociadas com o código USIM5, receberá R$ 0,189246.

5 – BM&FBovespa altera valor de pagamento de juros sobre capital. A BM&F Bovespa, por sua vez, anunciou que vai pagar no próximo dia 19 de janeiro R$ 0,0161560567 por ação aos investidores que tinha os papeis da companhia no último dia 21. Em razão de programas de compra e recompra de ações, os dividendos foram ajustados de R$ 0,01615709546 para o presente valor.

6 – BC eleva previsão de inflação em 2011 a 5,0%. O Banco Central elevou sua previsão para a inflação brasileira em 2011 para 5,0 por cento, ante 4,6 por cento antes, mostrou o Relatório de Inflação divulgado nesta quarta-feira

7- De olho no exterior, Bovespa sobe e volta ao azul no mês. De olho nos mercados acionários norte-americano e europeu, que buscaram novas máximas em dois anos, os investidores retornaram à ponta compradora na Bovespa, cujo principal índice recuperou-se nesta terça-feira após ter fechado a véspera no menor nível em três meses.

8 – As ações mais castigadas e beneficiadas pela inflação. A alta da inflação já se tornou uma realidade que investidor nenhum pode ignorar. O Itaú BBA acredita que os preços continuarão pressionados em 2011, mas não haveria motivos para desespero. Confira as ações que mais oscilam com a variação dos preços.

9 – Bolsas europeias operam em direções distintas. As bolsas europeias passaram a apresentar leve alta depois de abrirem a sessão desta quarta-feira em queda, enquanto a volatilidade nos mercados aumenta em consequência da redução das negociações com a proximidade do fim do ano. Segundo analistas, os investidores estão relutantes em assumir novas posições nesse ambiente.

10 – JURO-DIs sobem após BC elevar previsões de inflação. As projeções de juros operavam em alta nesta quarta-feira, depois de o Banco Central dizer, em seu Relatório de Inflação, que as previsões de inflação acima da meta sugerem necessidade de alta da Selic no curto prazo.

dezembro 22, 2010 at 1:53 pm Deixe um comentário

Economistas revelam as projeções de suas bolas de cristal para 2011

EXAME.com traz as expectativas dos principais nomes da economia para PIB, inflação, dólar, juros e balança comercial Luiz Artur Nogueira, de Exame.com

Economia não é ciência exata

Os economistas frequentemente recebem críticas por erros em suas previsões. Embora muitos utilizem modelos matemáticos e econométricos para tentar antecipar o futuro, não há como garantir 100% de acerto.

Em 2011, a grande incógnita é a Europa. No mercado, poucos têm uma visão tão pessimista como a de Ricardo Amorim, que vislumbra sérios problemas na Espanha. A maioria embutiu em suas projeções “apenas” um crescimento lento dos países ricos. Outra ponto-chave é a China. Uma pequena desaceleração já foi incorporada às análises, mas não uma pisada forte no freio.

O Brasil, nesse contexto, deve ter um ano positivo. Dentre as projeções coletadas por EXAME.com, a menor é de um crescimento de 4,3% do PIB. Câmbio comportado, inflação pressionada (mas não superior ao teto da meta) e juros em alta são outras previsões predominantes. Já o desempenho da balança comercial dependerá fundamentalmente do preço das commodities (novamente entram aqui incertezas internacionais).

Os economistas renomados ouvidos nessa reportagem têm currículo invejável, farta experiência em cargos públicos e privados e, em muitos casos, uma numerosa e competente equipe de analistas que olham com lupa todos os indicadores. Isso tudo não é garantia de perfeição. A figura da bola de cristal, evidentemente, é uma brincadeira, mas é importante reconhecer que a Economia não é uma ciência exata. (mais…)

dezembro 22, 2010 at 1:49 pm Deixe um comentário

Morgan Stanley eleva recomendação de ações no Brasil para overweight

Tainara Machado, de InfoMoney

Em sua última nota aos clientes em 2010, o Morgan Stanley optou por elevar a recomendação do Brasil para overweight (expectativa de que o retorno total esperado exceda o do MSCI EM nos próximos 12 a 18 meses), passando da nona para a quinta posição no ranking dos mercados em desenvolvimento elaborado pela instituição.

O Brasil passa assim a receber a mesma classificação de Malásia, Coreia do Sul, Rússia, China e República Tcheca. De acordo com Jonathan Garner, Pankaj Mataney e Pauline Yeung, desde o rebaixamento do País para equalweight, o mercado brasileiro apresentou uma performance mais fraca. Assim, em termos de relação entre preço e lucro estimado, o País é negociado com um desconto de 10%, o que o aproxima da ponta mais baixa em um período de três anos.

Além disso, o Morgan Stanley ainda indica que o modelo utilizado pelo banco mostra melhora relativa e inclui a revisão de estimativas de ganhos em magnitudes maiores que de outros mercado emergentes. Para os analistas, isso aparentemente coloca o Brasil em um ponto entre duas curvas ascendentes, com a perspectiva posterior de avanço.

Outras alterações
O Morgan Stanley também reduziu a exposição à China para 90 pontos-base, colocando-a em linha com a exposição de outros mercados com recomendação overweight. O Chile, que na opinião do banco parece estar próximo ao seu pico, foi rebaixado para a 18ª colocação no ranking, frente à 11ª posição anteriormente. A recomendação também diminuiu, agora em underweight.

Por último, a Malásia roubou o lugar da China e passou à primeira colocação no modelo quantitativo, já que o Riggit, moeda do país, apresenta o maior upside previsto na avaliação da instituição frente ao dólar norte-americano.

dezembro 21, 2010 at 6:36 pm Deixe um comentário

Veja quais sao as 10 notícias para lidar com os mercados nesta terça-feira

Brasil Brokers faz pedido de registro de oferta primária de ações; IPCA-15 sobe 0,69% em dezembro

Mirela Portugal, de Exame.com

1 – Eletropaulo aprova conversão de ações preferenciais classe A em classe B. A partir desta terça (21), as ações PNA serão extintas e as PNB serão equivalentes a ações preferenciais, ganhando o código ELPL4. O capital da companhia será dividido agora em ações ordinárias e ações preferenciais.

2 – Brasil Brokers faz pedido de registro de oferta primária de ações. A imobiliária Brasil Brokers anunciou na segunda-feira (20) ao mercado que protocolou junto à Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) um pedido de registro de uma oferta pública primária de ações ordinárias.

3 – IPCA-15 sobe 0,69% em dezembro. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) subiu 0,69% em dezembro, após alta de 0,86 % em novembro, encerrando o ano com alta de 5,79 %, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira.

4- Moody’s pode rebaixar rating de Portugal. A agência de classificação de crédito Moody’s alertou da possibilidade de rebaixar o rating de Portugal em um nível ou dois em meio ao temor de que as medidas de austeridade possam afetar a atividade econômica no próximo ano.

5 – Bank of Japan mantém juro básico entre 0 e 0,1% por unanimidade. O BoJ (Bank of Japan) manteve a taxa básica de juros entre 0% e 0,1% nesta terça-feira (21), além de reiterar as operações referentes ao programa de compra de ativos, anunciadas anteriormente.

6 – ALL cria subsidiária para transporte de contêiners. A ALL anunciou na segunda-feira (20) a celebração de um acordo que resultou na criação da Brado Logística, a qual fará a incorporação da Standard Logística para atuar no mercado de transporte de contêineres.

7 – Multiplus pagará a acionistas 16 milhões via juros sobre capital. O valor representa representando R$ 0,1050 por ação e foi aprovado em assembléia geral com acionistas. Os pagamentos serão efetuados a partir de 7 de janeiro de 2011.

8 – Crescem posições vendidas em dólar com déficit em conta corrente. O recorde no déficit em transações correntes está levando investidores estrangeiros a reduzirem apostas na valorização do real no ritmo mais rápido em sete meses.

9 – Rio Tinto faz oferta formal por Riversdale. A mineradora Rio Tinto formalizou uma oferta para comprar a mineradora de carvão australiana Riversdale por cerca de 16 dólares australianos por ação, informou o jornal The Australian.

10- Ernst & Young deve ser processada por fraude em Lehman Brothers. Promotores de Nova York deverão mover uma ação contra a auditoria Ernst & Young, nos Estados Unidos. De acordo com o jornal Wall Street Journal, a acusação é de que a auditoria teria permitido que o banco Lehman Brothers ocultasse suas falhas nos demonstrativos financeiros.

dezembro 21, 2010 at 2:13 pm Deixe um comentário

Os melhores e os piores investimentos de 2010

Ouro, títulos indexados à inflação ou ao CDI e fundos de ações small caps se destacaram frente à queda da bolsa e do dólar

Julia Witgen, de Exame.com

O ano de 2010 foi marcado pela escalada da inflação, pelas eleições e pela insegurança em relação à recuperação econômica dos países desenvolvidos. Diante desse cenário, muitos investidores procuraram proteger seus investimentos em aplicações como o ouro e a renda fixa, ao mesmo tempo em que a bolsa amargou perdas.

No Brasil, os investimentos que conseguiram superar a inflação foram os títulos de renda fixa atrelados ao IPCA, que deve fechar o ano em 5,8%, ou aqueles ligados ao CDI. Para conter a economia aquecida, o Banco Central elevou os juros de 8,75% para 10,75% ao longo do ano, tendência que deve continuar em 2011. A poupança, por sua vez, quase não conseguirá superar a inflação, mas fechará o ano sem perdas reais.

Em paralelo, a bolsa não foi um bom investimento. Além do fortalecimento da renda fixa, a capitalização envolta de incertezas da Petrobras e a consequente desvalorização de mais de 30% nos papéis da estatal contribuíram para uma queda de 1,29% do Ibovespa neste ano. O bom desempenho de outras empresas do índice, como a Vale, impediram um tombo ainda maior. Com isso, os fundos de ações tiveram, em média, um desempenho bem fraco, e os multimercados se equilibraram na própria flexibilidade. Exceção para os fundos de ações small caps (de empresas com baixo valor de mercado), que viram uma valorização extraordinária em 2010.

No plano internacional, o crescimento da economia americana abaixo do esperado, o grande endividamento de alguns países europeus e o temor dos investidores em relação a uma nova crise levaram a uma forte desvalorização do dólar. Consequentemente, os investidores correram para o ouro, na tentativa de proteger suas aplicações, tornando o metal precioso o mais valorizado do ano.

Entretanto, especialistas acreditam que 2010 não foi um ano repleto de acontecimentos econômicos marcantes. “Este foi um ano com algumas oscilações, mas nenhuma significativa: sem grandes crises e sem muita euforia. Durante o ano inteiro houve altos e baixos, mas nada comparável aos três anos anteriores”, avalia Gilberto Poso, superintendente-executivo de Gestão de Patrimônio do HSBC.

Veja a seguir o desempenho das principais aplicações financeiras ao longo de 2010. (mais…)

dezembro 21, 2010 at 2:10 pm Deixe um comentário

Agenda Econômica Semanal – 20 a 24 de dezembro.

dezembro 20, 2010 at 1:34 pm Deixe um comentário

10 notícias para lidar com os mercados nesta segunda-feira

Hypermarcas acerta a compra da Mantecorp em dinheiro e ações; Bradesco anuncia aumento de capital de 1,5 bilhão de reais

Mirela Portugal, de Exame.com

1 – Hypermarcas acerta a compra da Mantecorp em dinheiro e ações. A Hypermarcas SA acertou a compra da Mantecorp Indústria Química e Farmacêutica SA por R$ 600 milhões, mais ações. A Hypermarcas pagará R$ 600 milhões por uma participação de até 24 por cento e emitirá 78 milhões de novas ações aos acionistas da Mantecorp em troca dos 76 por cento restantes

2 – Bradesco anuncia aumento de capital de 1,5 bilhão de reais. Aprovada pela assembléia geral de acionistas, a medida prevê a emissao de 62.344.140 novas ações, nominativas-escriturais, sem valor nominal, sendo 31.172.072 ordinárias e 31.172.068 preferenciais, a serem subscritas ao preco de R$24,06 por ação.

3- AmBev aprova desdobramento de ações na proporção de 1 para 5. A resolução, aprovada em assembléia geral, mantém a mesma proporção para papéis ordinários e preferenciais. Cada ADR da companhia continuará representando uma ação.

3- Duratex aprova pagamento de juros sobre o capital próprio para acionistas. O valor correspondente a R$ 0,144560408 por ação será depositado até o dia 30 de abril de 2011. O cálculo será feito a partir da posição de cada acionista até o dia 30 de dezembro.

4 – IGP-M registra desaceleração com taxa de 0,75% na segunda prévia de dezembro. O IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado) apontou inflação de 0,75% na segunda prévia de dezembro, taxa 0,45 ponto percentual menor do que a apurada no mesmo período do mês anterior.

5- Vivo distribuirá 220 milhões em juros sobre capital próprio a acionistas. O valor corresponde a R$ 0,550564188 por ação ordinaria e preferencial) e será calculado baseado na posição acionaria de 31 de dezembro.

6 – Duratex aprova pagamento de juros sobre o capital próprio para acionistas. O valor correspondente a R$ 0,144560408 por ação será depositado até o dia 30 de abril de 2011. O cálculo será feito a partir da posição de cada acionista até o dia 30 de dezembro.

7- Projeções do mercado financeiro para IPCA neste ano e em 2011 sobem novamente. A projeção de analistas do mercado financeiro para a inflação oficial neste ano subiu pela 14ª semana seguida. A estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 5,85% para 5,88%.

8 – CVM pode ter primeira decisão anulada. Os investidores do fundo de pensão dos servidores estaduais do Rio de Janeiro, o RioPrevidência, conseguiram pela segunda vez a suspensão da multa de 500 milhões de reais, aplicada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em setembro deste ano

9- Bolsas da Ásia caem em dia de fraco volume, Coreias pesam. As bolsas de valores da Ásia atingiram o menor patamar em mais de uma semana nesta segunda-feira, abatidas pela queda de mais de 1 por cento em Xangai, já que o fraco volume de fim de ano tende a exagerar os movimentos dos mercados e a tensão na Coreia levava mau humor aos investidores.

10 – Perspectivas: o que saber para lidar com os mercados nesta semana. A última semana antes dos feriados de fim de ano reserva uma agenda econômica magra em possíveis catalisadores para o mercado de ações – mais um sinal que o esperado rali de dezembro não deve agraciar os investidores em 2010.

dezembro 20, 2010 at 1:30 pm Deixe um comentário

Posts antigos


Dados econômicos

IBOV
Gráfico IBOV
Dow Jones
Gráfico Dow Jones
Treasuries Americanos
titulos do tesouro americano
Óleo
Gráfico óleo
Petrobrás (Petr4)
Vale5
Grafico vale
ADR-Vale(RIO-p)
Grafico vale
Níquel intraday
nickel
Bolsa na Ásia
BOLSAS NA ÁSIA

analise fundamentalista analise grafica de açoes análise gráfica análise técnica análise técnica de ações aplicar em ações aplicar na bolsa aplicar na bolsa de valores aprenda a investir em açoes aprender a aplicar na bolsa de valores aprender a investir em ações açoes açoes da bolsa de valores açoes em alta ações da Petrobrás ações de empresas brasileiras ações na bolsa BM&F Bovespa bolsa de valores Bolsa de Valores de São Paulo Bovespa capitalização da Petrobras carteira de ações Comissão de Valores Mobiliários compra de ações compra e venda de açoes comprar ações comprar ações da petrobrás curso Análise Gráfica curso de investimentos em açoes curso gratis de açoes cursos de investimentos cursos de investimentos em ações Dow Jones economia americana economia norte-americana educação financeira fundo de ações fundos de investimentos ganhar dinheiro com ações ganhar dinheiro na bolsa home broker Ibovespa instituições financeiras investidor investidores investidores estrangeiros investimento de longo prazo investimento em ações investimento na bolsa de valores investimentos em ações investimentos na bolsa de valores investir em ações investir na bolsa investir na Bolsa de Valores investir no Mercado de Ações mercado acionário mercado de ações mercado de capitais mercado financeiro nasdaq novos investidores Oferta de ações da Petrobras o que é home broker pequeno investidor PETR4 preço das ações preços das ações queda das bolsas renda variável valorização das ações vender ações volatilidade do mercado Wall Street índice da bolsa de valores